Turismo Colorido em Pernambuco

Postado por: Lívia Kizli | Categorias: Câmeras na Estrada

Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda01

Vou ser bem sincera! Não lembro o nome dessa praça das fotos, não lembro os nomes das ruas, dos restaurantes… Vou dar umas dicas pro seu passeio por Recife e Olinda ser tão divertido quanto o nosso foi. Mas essas dicas são como meus amigos diriam,  bem “Kizli”! Então, pode não agradar a todos os estilos de turista! Quem quiser arriscar, é só continuar lendo!

Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda02 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda03

Primeira dica! Comece o dia comprando uma sombrinha de frevo! Não vai ser difícil, porque os ambulantes enxergam de longe a turistada e já vem correndo oferecer mil badulaques coloridos! Eu que nem gosto muito dessas coisas, mal consigo me segurar de tanta felicidade.

Mas olha o detalhe! A função da sombrinha vai além de prop fofo para suas fotos. Logo após a compra, você já pode começar a pular frevo freneticamente. Não se preocupe com a coreografia, o importante é pular bastante e queimar calorias. Cada 5 minutos de frevo é  um picolé sem culpa!  Sigam a lógica: quanto mais frevo, mais picolé, quanto mais picolé, melhor o passeio. Modéstia a parte, achei essa dica realmente excelente!

Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda04 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda05

Depois de malhar, a dica é cuidar da pele. Aproveite o vendedor de  bugingangas acessórios, e compre também uma mega sombrinha, pra proteger sua face da exposição ao sol. E claro, compre uma bem linda e colorida (tipo a minha, hehe) pra que também ajude a embelezar suas fotos. E vai que chove também? Tripla função!

Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda06 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda07 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda08 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda09 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda10 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda11 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda12

Outra dicona é ir até o galpão dos bonecos de Olinda. Infelizmente não sei dar as coordenadas pro local, mas nada que 10 segundos no Google não resolva, certo? Tem que pagar uma taxinha, mas vale muito a pena. Dá pra tirar umas fotos engraçadas. Ou não… Na verdade todas as minhas fotos ficaram ruins, porque o lugar tava cheio e eu fiquei com vergonha de posar com os bonecões. Fui bocó, né? Ah, e não posso deixar de falar que o trabalho desse pessoal é bem impressionante! Tem muuuuitos bonecos, muitas personalidades, e é tudo muito bem feito!

Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda14 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda15 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda16 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda17 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda18 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda19 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda20 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda21

Dica MASTER! Tem que comer bolo de rolo! De todos o sabores! Come lá no passeio e trás pra casa também, porque se você não trouxer, vai se arrepender depois! Vale a pena cada caloria! E a gente comprou sombrinha de frevo pra quê? Pra lidar com esses momentos de culpa! Come feliz e pula depois, pronto! :)

Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda22 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda23 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda13 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda24

Pra linda Olinda eu não tenho mas dicas… Ah, tem uma, vai nas lojinhas de souvenirs e brinca de tirar fotos com os chapéus de cangaceiro. E toma muita água de côco! E compartilhe a vista maravilhosa com alguém que você goste muito. Foi isso que eu fiz! Espero que gostem das dicas e das fotos! Inté!

Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda25 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda26 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda27 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda28 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda29 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda30 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda31 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda32 Liraby_camerasnaestrada_recife_olinda33

Gostou do Post? Compartilhe!

As maravilhas de ter uma 85mm

Postado por: Rafael | Categorias: Dicas, Fotografia

lente 85mm canon

Oi povo! Hoje é o primeiro capítulo dessa série, sobre as lentes que revolucionaram o meu aprendizado de fotografia. Não é sobre uma 85m epecífica, mas sobre as lentes 85mm em geral. Antes de ter essa belezura acima (Canon), tivemos um outro modelo de 85mm da mesma marca, e imagino que as versões da Nikon, Sony, etc tenham as mesmas propriedades, que mudaram minha fotografia pra sempre.

Disclaimer: uma 85mm só é 85mm se estiver conectada a uma câmera fullframe. Nas câmeras mais comuns, ela “vira” uma 135mm, que é uma lente um pouco diferente. Para entender um pouco melhor a diferença entre câmeras fullframe e outros modelos, leia este post antigo aqui.

02 lentes

As lentes mais longas (chamadas lentes “tele” ou “telephoto”) não são apenas lentes para se tirar fotos “de longe”. São as lentes de 50mm para cima – e a 85mm é uma das mais curtas desse grupo. Quanto maior o número, mais fechado o ângulo de visão, ou seja, menos cenário aparecerá. Por isso, são boas lentes para “controle de background”. O problema é que, ao mesmo tempo, quanto maior o número, mais longe você tem que ficar da pessoa que estiver fotografando para conseguir enquadrá-la por inteiro. E nem sempre a gente tem esse espaço todo para se movimentar.

E é aí que a 85mm fixa brilha. Porquê? Por que, por ser relativamente curta, você não precisa ficar tão longe assim da sua/seu modelo. Mas como ela é uma lente fixa (também chamada de “prime”, ou seja, sem zoom), ela tem o poder de, através de sua grande abertura, borrar o cenário de um jeito muito pronunciado. Com uma lente dessas, o cenário só aparece se você quiser. E você pode transformá-lo em uma cascata de bolinhas coloridas sempre que tiver vontade. Vejam a foto abaixo:

lentes-20

Essa imagem foi feita com uma 20m, que é uma lente com o ângulo muito mais aberto, registrando uma grande parte do cenário. Eu estava há uns 6 passos da Lívia. Mais ou menos a essa mesma distância, mas usando uma 85mm, sua foto pode ficar assim:

lentes-7

Observem que aquele canteiro lá no fundo da primeira foto, que ocupava só um pedacinho do cenário, se expandiu para ocupar praticamente toda a largura da foto de baixo. Isso é um efeito dessas lentes mais longas. Elas pegam uma parte pequena do cenário e expandem. Esse fato, combinado com as grandes aberturas possíveis em uma lente fixa (f/1.2, nesse caso), possibilita causar essa impressão de isolamento entre o assunto principal e o fundo da foto. Observem também que o uso de uma 85mm cria, magicamente, um chapéu na sua cabeça, que não estava lá na foto de antes! :)

Eu sei que muita gente gosta de recomendações específicas, e por isso já vou indicar aqui a 85mm que, na minha opinião, tem o maior custo-benefício da linha da Canon. É a Canon 85mm f/1.8. Essas fotos do post não foram feitas com ela, mas teriam ficado bem próximas. E ela é uma lente bem mais barata do que a que usamos.

Ah, e outra coisa: as lentes 85mm, em geral, são boas lentes para fazer fotos de rosto. Primeiro, por conseguirem focar relativamente de perto, se aproximando bastante para ocupar boa parte do quadro com um rosto. Mas ao memo tempo, com a 85mm não é preciso “enfiar” a câmera na cara da pessoa sendo fotografada, para atingir esse tipo de enquadramento – ela permite uma distância confortável para fotos como a que segue abaixo.

lentes-18

A lente usada nessas fotos do post foi a 85mm f/1.2. Ela é gorda, lenta para focar, pesada, mas eu amo este trabuco. E ela deixa entrar o dobro de luz, comparada ao outro modelo. Existem outras 85mm feitas para câmeras Canon por outras marcas, como a Samyang e a Sigma. Nunca usei, mas são lentes elogiadas pela internet afora. Resumão: as 85mm são telephotos discretas, relativamente pequenas e leves, comparadas às suas primas maiores. São mais baratas que as tele-zooms, deixam entrar muita luz e produzem fundos desfocados muito bonitos.

lentes-4

É isso, audiência! Aguardem os outros posts da série, sobre as outras lentes que me ajudaram e que ganharam um lugar permanente no nosso arsenal.

 

 

Gostou do Post? Compartilhe!

Diy Bandejinha Versátil

Postado por: Lívia Kizli | Categorias: Aventuras DIY

intro_diy bandeja liraby

Adoro bandejas, acho que elas são capazes de dar aquele tchan em uma decoração. Tem milhões de formas pra elas serem usadas, e existem um milhão de tipos de bandejas, o que resulta nuns dois milhões de motivos pra gente amá-las! Ou um milhão vezes um milhão de motivos? Enfim,  existem muitos motivos pra gente amar nossas bandejinhas!!!

Correndo o risco de parecer que eu tenho um transtorno obsessivo compulsivo por objetos inanimados, vou prosseguir declarando meu amor, porque afinal, quantos outros itens de utilidade doméstica são tão versáteis, tão democráticos, tão realmente úteis? E além disso, no caso de você não ter uma bandeja sobrando, ainda é possível fazer um exemplar com suas próprias mãos!  \o/

32

Dá uma olhada nessa aí da foto acima. Gostou? Fica bonitinha, né? Dá pra colocar em cima da penteadeira, da cômoda… Vou mostrar como fiz e vocês vão ver que é bem simples e baratinho. Ao contrário de outras opções similares e caras!

O material chave é um porta-retrato.  Quanto mais chinês ele for, mais econômico será o seu projeto. E o tempo que você vai gastar nesse diy, vai depender da sua animação! Pode ser uma customizaçãozinha de cinco minutos ou um extreme makeover de algumas horas. Olha como precisa de pouca coisa:

01

  • Um porta-retrato médio ou grande
  • Tecido no tamanho um pouco maior do que o do porta-retrato ( fizemos duas versões, uma com tecido estampado e outra com um algodão cru que depois foi ilustrado)
  • Tinta spray (é opcional)
  • Tesoura e cola

Primeiro passo é desmontar todo o porta-retrato. O mais importante é se livrar do suporte que fica atrás. O vidro é opcional. Você pode fazer a bandeja com ou sem ele. A gente fotografou das duas maneiras, a versão com fundo claro tem vidro, e a com fundo escuro de bolinhas, ficou sem.

hf

Depois de desmontar, o próximo passo é colar o tecido na “prancha de apoio” (melhor nome que consegui inventar!) Primeiro cola na extensão da prancha, e depois é só virar as bordas pra dar o acabamento! Estampas de listras, bolinhas, xadrez, e etc, necessitam de mais cuidado nessa hora, pra que não fiquem tortas!

HH07b

A pintura da moldura é a melhor parte! O legal é escolher uma cor que combine com o tecido que você escolheu e com o ambiente onde você pretende colocar a bandeja. Pode ser uma boa opção pra dar uma colorida num canto que tá mais mortinho. Agora, pode ser também que sua moldura já esteja na cor exata que você precisa! Ou as vezes você vai querer dar um outro tipo de acabamento… Talvez uma pintura a mão… Be creative!

08 11

E acabou!!! Agora é só juntar todas as peças e sua bandeja tá pronta! \o/

16rey223

Com o mesmo porta retrato, a gente fez essas duas variações abaixo. A diferença é que na da direita, a estampa é exclusive! O Rafael usou uma dessas canetas pra criar a ilustração no retalho de algodão. Pra quem tem letra bonita, acho que também ficaria lindo escrever no tecido!

u90y 12 13 14 34

E sabem onde mais você pode usar essa ideia? Na decoração da sua festa, pra acomodar seus quitutes na mesa de doces! Fiz isso para o casamento da Lu, a chata de galocha, como vocês podem ver na foto abaixo.  O processo foi parecido com o de cima, só que ao invés de pintar com spray, envelheci as molduras com betume, e no lugar do tecido, revesti o centro com cortiça, um material que tinha tudo a ver com o ambiente onde aconteceu a festa, que funciona também como loja de vinhos.

LU

Me contem nos comentários o que vocês acham dessa idéia, e onde mais vocês usariam essas bandejas! Ah, o Rafael tá de férias essa semana, mas ná próxima os posts dele estarão de volta, ok? :)

Gostou do Post? Compartilhe!