Film Freedom

Film Freedom

Hoje, quem está postando é o Rafael, marido da Lívia! Estou escrevendo por um motivo especial. Estas são as primeiras fotos que faço com uma câmera de filme!  (Na verdade, quando era criança,  cheguei a tirar algumas fotos com a câmera lá de casa, mas isso nem conta, né?)

Foi assim que aconteceu: eu estava procurando uma câmera prática, que eu pudesse levar comigo para todo canto, sem medo, assim evitando de arriscar as câmeras que eu uso para trabalhar. Acabei achando, num leilão online, uma oportunidade que me chamou a atenção: uma câmera de filme, 14 anos mais velha do que eu, funcionando normalmente. Ei-la: camEu  estava namorando a idéia de fotografar com filme, já há algum tempo. Ao ler que alguns dos fotógrafos, de cujo trabalho sou fã, utilizam câmeras de filme ao invés das digitais,  fiquei curioso.

Para mim, fotografar é meio que buscar liberdade – você tenta fugir dos padrões que a sua cabeça está programada a usar – e achar sempre um ângulo novo. Cria um truque novo para registrar imagens de outra forma…etc. Por isso sempre  gostei das digitais, são uma ótima ferramenta de aprendizado. O digital implica liberdade sem limites: tire quantas fotos quiser, com infinitas regulagens diferentes, aplique quantos ajustes e efeitos quiser, e, se não gostar, aperte ctrl+z.

Mas depois de um tempo, você às vezes enxerga (foi o que aconteceu comigo, pelo menos) que até liberdade infinita é, de vez em quando, uma prisão, que pode te impedir de crescer. E a idéia de não precisar tratar uma foto, de não ter que selecionar uma dentre dez fotos iguais,  de aceitar que o que sair da câmera vai ser definitivo e único… Essa idéia começa a ter um tom de liberdade também.

Você tem 36 chances de ser criativo, por vez. Cada clique conta, e há uma mágica nisso, eu agora admito. É igual a diferença entre pintar um quadro e desenhar no photoshop.

Eu estava feliz por ter comprado, por uma barganha, uma câmera que não precisa de pilhas ou baterias, nem atrai ladrões, que é toda feita de metal maciço e provavelmente vai durar mais uns 30 anos (enquanto digitais de 5 anos atrás estão caindo aos pedaços). Restava ver se as imagens que ela registraria sairiam bonitas! Comprei um rolo de filme, e fiz estas fotos da Lívia, testando a câmera.

Liraby_10 Liraby_11 Liraby_12 Liraby_13 Liraby_14 Liraby_15 Liraby_16 Liraby_17 Liraby_18 Liraby_19 Liraby_20 Liraby_21 Liraby_22 Liraby_23 Liraby_24 Liraby_26 Liraby_25 Liraby_27 Liraby_28 Liraby_29 Liraby_30 Liraby_31

Fiquei besta de ver como as cores (principalmente os verdes) e o contraste já saíram do jeito que eu gosto (enquanto com a minha câmera digital, eu nunca resisto a fazer um ajuste).

Estou muito feliz com essa descoberta, e queria compartilhar. Sinto que será uma longa e bonita amizade, Sr. Filme. Talvez possamos até trabalhar juntos!

Follow:

15 Comments

  1. 15/04/2013 / 22:16

    Tem os filmes preto e branco também, o processo de revelação também é incrível!

  2. 16/04/2013 / 11:29

    As fotos ficaram lindas!
    Estou numa “vibe” de fotos analógicas também. Muitas vezes, apelo para a digital, porque quero ver logo o trabalho, haha. Mas tenho tentado fazer tudo com a minha pentax!

    Boa sorte! :)

  3. Delmar
    16/04/2013 / 17:53

    lindo trabalho Rafael, com tanta sensibilidade com qualquer máquina você se supera a cada trabalho.bjos.

  4. Pri
    17/04/2013 / 09:07

    Ficaram lindas!! A modelo também é profissional! Cadê o ensaio de grávida da sua amiga??? Bjsss

  5. Sindy
    17/04/2013 / 12:15

    Rafael, parabéns pelas fotos! As fotos estão com ajustes? E quais as dimensões das fotos?

  6. 17/04/2013 / 14:43

    Lindas as fotos dessa câmera, belo resultado! Se isso foi só o teste, imagino as outras então… perfeitas! E a ideia do analógico, de ser único é mesmo fascinante. :)

    Beijos.

  7. tainara
    23/04/2013 / 16:48

    PARABENS RAFAEL AMEI!!! VÊ SE DAR O AR DA SUA GRAÇA MAIS VEZES… NAO DEMOREM TANTO PRA FAZER NOVOS POST´S VIU CASAL!! amei a ideia do retrô ao filme e as fotos tao lindas quando eu crescer quero fotografar como voces!! bjosss

  8. Suli Loureiro
    25/04/2013 / 15:34

    As fotos ficaram maravilhosas! Qual filme voce usou?

  9. 06/05/2013 / 09:44

    Parabéns, Rafael! Belas fotografias. Ficaram incríveis.
    Adoro fotografias nesse tom verde. Fica um olhar mais fresco. Difícil de explicar. rs
    Mas, passa uma sensação boa. De tranquilidade.

    Beijos:*

  10. Monique
    14/05/2013 / 10:27

    Lívia, precisado seu contato urgente! Quero fazer um buquê com vc!!!

    • Lívia Kizli
      14/05/2013 / 11:04

      Oi Monique! Pode me mandar email no kizlili(a)gmail.com!!!

  11. 01/06/2013 / 11:39

    Acho que o mais legal das analógicas é que você fica se matando pra saber como ficou aquela foto, ate a hora da revelação. Muito muito bom. Estou louca por uma analógica. Hahahhahaha
    happyaccident.blogspot.com

  12. 01/06/2013 / 11:41

    Deixei o endereço errado

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>